Rock In Rio 2019 – Nickelback

Cobertura especial, direto da Cidade do Rock

 

A banda canadense subiu ao Palco Mundo com seus integrantes vestindo camisetas dos Ramones, dos Beastie Boys, do Slayer (uma camisa azul, eu nunca tinha visto uma camisa da banda nesta cor), mostrando suas referências e tal. Apesar de que um fenômeno sociológico recente fez com que as blusas com estampas do quarteto novaiorquino tenham se transformado num hit de vendas, com exemplares comercializados na C&A, Líder e similares. De qualquer forma, a julgar pelo som praticado pelo quarteto ao longo do seu show, nenhum deles deve ouvir ou ter qualquer familiaridade com a obra desses artistas.

 

Mas vá lá, isso não é medida. O Nickelback é uma instituição entre esta geração vigente de fãs de rock. Os caras acham o som da banda muito pesado, relevante, importante e digno de figurar em suas vidas. O grande número de presentes com camisas do grupo entrega a dedicação com que eles se doam à obra do Nickelback. Foi só hoje que tomei conhecimento de que o vocalista e guitarrista, Chad Kroeger, foi casado com a cantora Avril Lavigne. Veja você.

 

No palco é só aquela lenga lenga pós-grunge, uma das maiores pragas estilísticas da música moderna. A julgar pela recepção da plateia, pulando enlouquecidamente, como se estivesse no ritual do filme “Midsommar”, eu devo estar completamente enganado e você deveria ignorar esta resenha solenemente. Um som limpo, sem risco, sem profundidade, na medida para aqueles ouvintes que querem “música sem frescura”. Um horror total.

 

Setlist

Feed The Machine
Gotta Be Somebody
Photograph
Saving Me
Far Away
Figured You Out
Someday
Hero
Animals
Rockstar
When We Stand Together
How You Remind Me
Burn It To The Ground

1+

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Um comentário em “Rock In Rio 2019 – Nickelback

  • 8 de outubro de 2019 em 10:32
    Permalink

    Essa mesma galera usa camiseta do Che achando que ele era dos Ramones, pô!

    0
    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *