Trailer de The Crown é impressioante

 

Estamos a menos de um mês da estreia da terceira temporada de The Crown, a premiadíssima série da Netflix sobre a família real britânica, que tem data de estreia marcada para 17 de novembro.

 

Já sabíamos que Olivia Colman, vencedora do último Oscar por seu papel em “A Favorita”, viveria a Rainha Elizabeth II, substituindo a excelente Claire Foy na função. Agora já foram revelados mais atores, entre eles, Helena Bonham-Carter, que viverá a Princesa Margaret, Tobias Menzies, como o Príncipe Phillip, e Josh O’Connor, como Príncipe Charles.

 

Segundo a imprensa inglesa, as terceira e quarta temporadas de The Crown cobrirão o período entre 1963 e 1977, mostrando a decadência da Inglaterra diante da bilateralidade de Estados Unidos e URSS, enfatizando o período em que foi governada pelo Primeiro Ministro Harold Wilson, do Partido Trabalhista. Eventos históricos como a Guerra do Vietnã, a Corrida Espacial e a descolonização africana e asiática estão no programa.

 

A vida do – então – herdeiro do trono, Charles, também terá ênfase na narrativa, havendo espaço, inclusive, para Camilla Shand, que seria sua segunda esposa, após a morte da Princesa Diana. Como a trama para em 1977, Diana ainda não deve aparecer.

 

A julgar pelo trailer, Elizabeth surge em momento de tristeza, indagando a si mesma sobre o que teria feito de positivo para a Inglaterra, uma vez que seu reinado, até então, coincidiu com a decadência do pós-guerra e a consequente perda do Império Britânico.

 

Veja o trailer e ouça a bela versão de “The Times They Are A-Changin'”, de Bob Dylan, na voz de Fort Nowhere.

 

 

 

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *