Yo La Tengo disponibiliza EP

 

 

O Yo La Tengo passou a semana subindo na internet novas músicas – postando uma música por dia na recém-criada página do Bandcamp.

 

“We Have Amnesia Sometimes”. Essa coleção digital apresenta cinco composições instrumentais que Georgia Hubley, Ira Kaplan e James McNew gravaram durante 10 dias no final de abril e início de maio, durante sessões em seu espaço de ensaio em Hoboken, NJ. Uma edição em vinil estará disponível posteriormente no Bandcamp via Egon.

 

Em improviso e atmosférica, a música expande os processos que fizeram parte do longa-metragem de 2018 do trio, agora mais oportuno do que nunca, “There’s a Riot Going On.”

 

“Se você passou algum tempo conosco no nosso espaço de ensaios em Hoboken – nos ouviu tocando sem forma definida (ele disse, tentando evitar a palavra “improvisar”). A maioria das músicas que escrevemos nos últimos 25 anos começou dessa maneira, mas geralmente o fazemos por nenhuma outra razão senão afastar o mundo exterior.

 

No final de abril, com o mundo exterior pesando sobre todos, decidimos que nós três poderíamos nos reunir em Hoboken sem desobedecer às regras estabelecidas pelo governador Murphy e retomamos… “praticar” dificilmente o descreve, porque não praticamos por si só e de qualquer maneira estaríamos praticando para tocar. James instalou um microfone no meio da sala, caso topássemos em algo útil para o futuro. No entanto, decidimos lançar algumas das coisas que fizemos no momento.”

— Ira

 

Inicialmente exclusivo para o Bandcamp, We Have Amnesia Sometimes, já está disponível através da plataforma de sua escolha.

 

Além disso, nesse fim de semana, Ira, Georgia e James se reunirão novamente em seu espaço de ensaio para dois concertos via stream – nesse sábado, 18 de julho às 22h e domingo, 19 de julho às 14h (horário de Brasília), sob o nome We Have Amnesia Live.

 

Os sets serão performances únicas de 30 a 45 min de música geradas nesse estilo “sem forma” do Amnesia. Os ingressos custam US$ 10 e estão disponíveis para compra AQUI. Toda a receita irá ao Brennan Center For Justice, um instituto de políticas e leis apartidário que luta pela democracia – para garantir que nossas eleições sejam justas, para encerrar o encarceramento em massa e preservar as liberdades civis.

 

Nesse outono, a Matador relançará o “Electr-o-pura” como parte da série Revisionist History. Agora em um encarte gatefold e com masterização original de 58min, a nova edição tem pela primeira vez a prensagem em dois LPs para garantir a mais alta qualidade de áudio que o álbum teve em vinil até hoje.

 

TRACK LIST

1. James and Ira demonstrate mysticism and some confusion holds (Monday)
2. Georgia thinks it’s probably okay (Tuesday)
3. James gets up and watches mourning birds with Abraham (Wednesday)
4. Georgia considers the two blue ones (Thursday)
5. Ira searches for the slide, sort of (Friday)

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *