Racounteurs lança disco ao vivo e documentário

 

Sim, e foi de uma só tacada. Entrou no Spotify na sexta-feira passada, dia 29 de maio,  o álbum “Raconteurs Live At Electric Lady”, gravado no mítico estúdio novaiorquino do mesmo nome, que foi idealizado por Jimi Hendrix no fim dos anos 1960 e onde ele gravou o sensacional “Electric Ladyland”, em 1969.

 

O lançamento é uma parceria com o próprio serviço de streaming.

 

Gravado no final de 2019, o álbum inclui sete faixas gravadas ao vivo, entre elas, favoritas como “Level” e “Old Enough”, ao lado de músicas do terceiro e ótimo álbum da banda, “Help Us Stranger”. Além disso, “Live At Electric Lady” apresenta uma introdução especial, com o cineasta Jim Jarmusch, bem como uma versão eletrizante de estúdio de bônus de Richard Hell e a seminal “Blank Generation” dos Voidoids, gravada naquele dia.

 

Além do disco, a banda disponibilizou o documentário que registrou as gravações no Electric Lady, dirigido por Jarmusch, configurando o duplo lançamento num belo presente para os fãs nesta quarentena.

 

Apenas lembrando: Raconteurs é Bendan Benson, Jack White, Jack Lawrence e Patrick Keeler e já lançou três álbuns de inéditas: “Bronken Boy Soldiers” (2006), “Consolers Of The Lonely (2009) e “Help Us Stranger” (2019), cuja resenha você pode ler aqui.

 

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *