Bon Iver Anuncia Novo Álbum

 

Em 30 de agosto, Bon Iver lançará seu quarto álbum, “i, i”,  pela gravadora Jajaguwar. Gravado em Sonic Ranch no oeste do Texas, e April Base em Wisconsin, as treze novas músicas em “i,i” completam um ciclo: do inverno de “For Emma, Forever Ago” veio a primavera frenética de “Bon Iver”, e o verão desequilibrado de “22, A Million”. Agora, o outono chega cedo com o novo disco.

 

“Soa muito como o álbum mais adulto, o mais completo”, diz Justin Vernon, do Bon Iver. “Parece que quando você passa por toda essa vida, quando o sol começa a se pôr, o que acontece é que você começa a ganhar perspectiva. E então você pode colocar essa perspectiva em um trabalho mais honesto e generoso”.

 

As sessões de “i,i” incluem Sean Carey, Andrew Fitzpatrick, Mike Lewis, Matt McCaughan, e Justin Vernon com Rob Moose e Jenn Wasner, e contribuições de James Blake, Brad e Phil Cook, Aaron e Bryce Dessner, Bruce Hornsby, Channy Leaneagh, Naeem, Velvet Negroni, Marta Salogni, Francis Starlite, Moses Sumney, TU Dance, e muitos outros.

 

Quando as sessões mudaram de April Base para Sonic Ranch, Bon Iver aproveitou as instalações, às vezes utilizando todas as cinco salas ao vivo do estúdio simultaneamente. “Isso nos permitiu sentir-nos confiantes e confortáveis, estar completamente livres de distrações”, diz Vernon sobre o movimento. “Eu não acho que deixei a propriedade em seis semanas. E em muitos aspectos, a história do álbum é a história dessas seis semanas, em vez dos quase seis anos de algumas das músicas. ”

 

Sonic Ranch trouxe a Vernon um estado criativo calmo que ele canalizou para o coração de cada música. Livre da distorção vocal que uma vez espelhou um período de medo e pânico, ele canta sobre o equilíbrio entre o indivíduo e a comunidade, inspiração e criação. Vernon acrescenta: “O título do registro pode significar o que significa para você ou para mim. Pode significar decifrar e reforçar a identidade de alguém. Pode ser o quão importante é o eu e quão insignificante é o eu, como estamos todos conectados ”.

 

Abaixo as quatro músicas que já foram divulgadas.

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *