Black Keys anuncia novo álbum “Delta Kream” para 14 de maio

 

 

 

 

Em 14 de maio, The Black Keys lança o décimo álbum de estúdio da carreira, “Delta Kream”. O disco celebra as raízes da banda, mergulhanbdo na sonoridade do hill country blues do Mississippi, que os músicos amam desde que eram adolescentes, antes mesmo de formarem a banda. Dan Auerbach e Patrick Carney gravaram “Delta Kream” no estúdio de Auerbach, o Easy Eye Sound, em Nashville, somaram-se a eles os músicos Kenny Brown e Eric Deaton, membros de longa data de bandas lendárias do blues, incluindo R.L. Brunside e Junior Kimbrough. O nome do álbum vem da icônica fotografia de William Eggleston no Mississippi, que estampa a capa. “Delta Kream” está disponível para pré-venda.

 

Auerbach comenta sobre o álbum: “nós fizemos este projeto para honrar a tradição do blues country do Mississippi que tanto nos influenciou no começo. Essas músicas ainda são tão importantes para nós hoje quanto eram no primeiro dia em que Pat e eu pegamos nossos instrumentos e começamos a tocar juntos. Foi uma sessão muito inspiradora, com Pat e eu junto com Kenny Brown e Eric Deaton em um círculo, tocando essas faixas. Parecia tão natural”.

 

Carney concorda, “a sessão foi planejada com apenas alguns dias de antecedência e nada foi ensaiado. Nós gravados o álbum inteiro em questão de dez hora, em duas tardes, no final da turnê ‘Let´s Rock’”.

Hoje a banda compartilha o primeiro single de “Delta Kream”, “Crawling Kignsnake”, já disponível em todas as plataformas digitais. “Eu ouvi pela primeira vez a versão de Hooker (John Lee) quando estava no colegial. Meu tio Tim me deu aquele álbum. Mas, a nossa versão é definitivamente a opinião de Junior Kimbrough sobre isso. É quase um riff do disco!”.

 

Carney acrescenta: “nós caímos nessa introdução de bateria, foi meio que acidental. O objetivo final era destacar a interação entre as guitarras, Meu papel com o Eric era criar um groove mais profundo”.

 

A música do norte do Mississippi, que ganhou vida em juke joints, há muito tempo deixou uma marca na música da banda, desde o cover de “Busted”, de RL Brunide, e “Do The Romp”, de Junior Kimbrough, no álbum de estreia, “The Big Come Up”; à subsequênte assinatura com a Fat Possum Records, lar de muitos dos herois musicais do The Black Keys; e ao EP de covers de Junior Kimbrough, “Chulahoma”.

 

Formados em Akron, Ohio, em 2001, The Black Keys são: o guitarrista e cantor Dan Auerbach e o baterista Patrick Carney. Começando a tocar em pequenos clubes, a banda esgotou as turnês em arenas e lançou nove álbum de estúdio anteriores: a estreia “The Big Come Up” (2002), seguido por “Thickfreakness” (2003) e “Rubber Factory” (2004), juntamente com o lançamento deles pela Nonesuch Records, “Magic Potion” (2006), “Attack & Release” (2008), “Brothers” (2010), “El Camino” (2011), “Turn Blue” (2014) e, mais recentemente, “Let’s Rock” (2019), além de uma edição especial de décimo aniversário de “Brothers” (2020).

 

A banda ganhou seis prêmios Grammy e um BRIT Award e foi destaque em festivais na América do Norte, América do Sul, México, Austrália e Europa.

 

Confira a tracklist completa de “Delta Kream”:

 

Crawling Kingsnake (John Lee Hooker / Bernard Besman)

Louise (Fred McDowell)

Poor Boy a Long Way From Home (Robert Lee Burnside)

Stay All Night (David Kimbrough, Jr.)

Going Down South (Robert Lee Burnside)

Coal Black Mattie (Ranie Burnette)

Do the Romp (David Kimbrough, Jr.)

Sad Days, Lonely Nights (David Kimbrough, Jr.)

Walk with Me (David Kimbrough, Jr.)

Mellow Peaches (Joseph Lee Williams)

Come on and Go with Me (David Kimbrough, Jr.)

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *