Marcelo Perdido lança belo clipe

 

 

O cantor e compositor carioca Marcelo Perdido – muitos pensam que ele é paulista, mas não – lançou hoje o clipe para seu mais novo single, “Santa Clara de Troia”. A animação foi toda feita em processo artesanal de “stop and motion” pelo próprio Marcelo durante quatro meses. O resultado é tão legal e ilustrativo que o esforço certamente foi recompensado.

 

Perdido vive em São Paulo há tempos e tem uma carreira que já conta com quatro discos e um EP, lançados a partir de 2014, quando estreou com “Lenhador”. Sua música é “estranha”, mais precisamente, “pop estranha”, pois o cantor e compositor tem no cotidiano o seu principal tema, mas os arranjos, melodias e ambiências que ele escolhe temperam o resultado final com um ar psicodélico que pode ser fofo, triste ou curioso, dependendo do clima escolhido e estabelecido.

 

“Santa Clara de Troia” inicia uma sequência de três singles que virão à frente do novo álbum de Perdido, que deve sair ainda no primeiro semestre de 2020, com o objetivo declarado de resgatar sua memória afetiva em relação à outrora Cidade Maravilhosa.

 

“Esse single faz parte de um disco conceito, mas não é sobre o verão carioca, é sobre o Rio de Janeiro, ou pelo menos a cidade que existe na minha imaginação. Todas as músicas passeiam por essa cidade, que nem de longe é a cidade do Crivella, mas uma cidade das pessoas que amo e lá estão, e também como esse cenário abrigaria histórias que não são exatamente a minha, mas são também”.

 

A canção é bonita e … estranha. Ouça, veja e se prepare pois vem coisa boa aí.

 

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *