Gal Costa e Rubel na Fundição Progresso

 

No sábado, dia 1º de fevereiro, a Fundição Progresso recebe Gal Costa e Rubel. Serão dois shows completos na mesma noite.

 

Gal Costa apresenta a turnê de seu álbum “A Pele do Futuro”, sucesso de crítica e público. No palco, a cantora mostra músicas do novo trabalho, como “Palavras no Corpo” (Silva/Omar Salomão) e “Sublime”(Dani Black), e composições de Gilberto Gil, Djavan, Adriana Calcanhotto, Nando Reis, Jorge Mautner e Marilia Mendonça, entre outros nomes das mais variadas gerações. E também mostra novas versões para seus maiores sucessos em 53 anos de carreira, como “Sua Estupidez” (Roberto e Erasmo Carlos), “Oração de Mãe Menininha” (Dorival Caymmi) e “Festa do Interior” (Moraes Moreira e Abel Silva).

 

O cantor e compositor Rubel traz o show de sua turnê atual, que contempla seus dois discos completos, “Casas” e “Pearl”. Rubel (voz e violão) sobe ao palco acompanhado por Antônio Guerra (teclado e piano), Gui Held (guitarra), Pablo Arruda (baixo), Pedro Fonte (bateria), Bubu Silva (trompete), Tiquinho (Sax), Marcelo Pereira (Trombone) e João Luchese (Programações). No repertório, as novas canções “Partilhar”, “Mantra” e “Colégio”, além dos sucessos “O velho e o mar” e “Quando bate aquela saudade”.

 

Serviço

Data: 01/02/2019 – Sábado
Endereço: Rua dos Arcos, 24 – Lapa
Abertura dos portões: 22h
Classificação etária: 18 anos. Menores a partir de 16 anos entram acompanhados dos pais/responsáveis.

 

Ingressos: http://bit.ly/gal_rubelnafundi
Ou na bilheteria (Rua dos Arcos, 24 – Lapa) – De segunda a sexta, das 11h às 20h ou sábados (somente em dias de show) a partir das 12h.

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *