Curta o Curta faz 20 anos com Festival e premiação

 

 

Pioneiro na exibição de curtas na internet brasileira, antes da febre do YouTube, o site Curta o Curta completa 20 anos. E para celebrar a efeméride realizará, através da Lei Aldir Blanc – Fomento a Todas as Artes, o Festival Curta o Curta, selecionando 20 filmes feitos a partir do ano 2000. Cada curta selecionado ganhará 500 reais pela participação no evento, que será online, dias 12, 13 e 14 de março. As inscrições serão de 1º a 22 de fevereiro pelo site www.curtaocurta.com, podendo participar curtas com até 15min de duração, de todos os gêneros, produzidos por brasileiros/as, mesmo que no exterior.

 

 

Um júri formado por Cavi Borges e Helena Ignez, dois ícones do cinema brasileiro, definirão três destaques que ganharão mais 500 reais de premiação – totalizando mil reais em prêmio. O Festival Curta o Curta foi criado por Guilherme Whitaker, que inventou o site Curta o Curta (COC) em 2000, uma novidade na ocasião.

 

 

“O COC foi criado para dar mais espaço e visibilidade ao curta-metragem, porque na época não havia nenhum site que fizesse isso. Depois, ficamos 10 anos trabalhando como uma empresa de distribuição de filmes. Hoje, somente o site segue em frente, embora tenha ficado pausado nos últimos três anos, sem atualizações”, diz.

 

 

O projeto nunca teve um patrocinador, e segue 100% independente. “Estávamos preparando o relançamento do site por conta dos 20 anos,quando ganhamos este edital para fazer o festival, o que vai ajudar muito nesta nova fase que se inicia, com o site repaginado e focado apenas na difusão de filmes e notícias relacionadas ao curta nacional. Nosso lema segue sendo o de que ‘a luta por mais arte e mais cultura nunca foi, não é, nem nunca será em vão’ “, complementa Whitaker.

 

 

O festival é uma realização da WSET Multimídia em parceria com a KZL Filmes, com produção de GuiWhi e curadoria de Christian Caselli e Simone Rodrigues, e somente foi possível através da Lei Aldir Blanc – Fomento a Todas as Artes .

 

Mais e etc. em

www.curtaocurta.com

www.instagram.com/cultura_rio 

www.facebook.com/SMCulturaRio

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *