Caetano Veloso lança versão de “Hey Jude”

 

 

Ao longo de sua carreira, Caetano Veloso já gravou várias versões para canções dos Beatles. Agora é a vez de “Hey Jude”, single que a banda lançou em 1968. A ocasião é bem adequada: a gravação chega para acompanhar o documentário “Narciso em Férias”, sobre o tempo em que o compositor e cantor esteve preso, por conta da ditadura civil-militar.

 

O documentário estreia no Festival de Veneza na segunda-feira (7) e será lançado no Globoplay. Dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil, a obra mostra os dias do cantor na solitária, as canções que marcaram o período de confinamento e os episódios vividos com seu amigo Gilberto Gil, preso no mesmo dia.

 

Além disso, ao longo do filme, Caetano lê e comenta alguns documentos secretos da ditadura, inéditos até hoje. Naquele tempo, pós-AI5, período marcado por repressões e perseguições, Caetano Veloso ficou mais de 50 dias preso e foi exilado em Londres.

 

Sobre ‘Hey Jude” ele diz:

 

“Eu me lembro nitidamente que Hey Jude era a canção positiva. Que quando tocava, era sinal de que ia melhorar minha situação”…

 

A versão que Caetano gravou nesta madrugada, tem voz e violão, num arranjo simples, mas que conserva toda a emoção que a canção traz. Ela é uma composição de Paul McCartney, feita para o filho de John Lennon, Julian, quando este ainda era pequeno.

 

 

1+

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *