McCartney III vem aí?

 

 

Parece que o mistério vai se desfazendo aos poucos. Rumores deram conta de que Paul McCartney gravou até 25 canções ao longo da pandemia e que muitas delas estariam num novíssimo álbum, “McCartney III”. A foto da matéria traz uma importante revelação que confirma tudo isso: a página Legacy McCartney, responsável pelos lançamentos das biografias do ex-Beatle recebeu da EMI America estes três dados, nos quais existem apenas o nome de Paul e o número três. Como diria o outro: tá pintando.

 

Se for realmente lançado em dezembro, “McCartney III” sucede o simpático “Egypt Station” e seria o terceiro disco em que Macca faz absolutamente tudo sozinho no estúdio. Ele já fez isso em 1980, com “McCartney II”, no qual sinalizou o fim de sua segunda – e sensacional – banda, os Wings. E fez em 1970, quando lançou seu primeiro disco solo, “McCartney”, anunciando o fim dos Beatles. Agora seria o anúncio de algum “fim”? Seria Macca se despedindo da carreira fonográfica aos quase 80 anos de idade?

 

O fato é que devemos ter um novíssimo feixe de canções assinada pelo maior compositor pop em atividade no planeta. E isso já é motivo de sobra para celebrar. Se Paul, de fato, aposentar-se, será justo e terá o nome gravado na história dos grandes compositores de todos os tempos da música. Falarão dele no século 30. E além.

 

Aguardemos, pessoal.

* foto: Perfil “Legacy McCartney” no Facebook

2+

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *