Erasmo Carlos cai no samba

 

Um dos maiores ícones de rock do país, Erasmo Carlos traz novidades. Neste novo momento, ele troca a guitarra e a jaqueta de couro pelo pandeiro e a leveza do samba. Com um vasto repertório conquistado ao longo da carreira, dedicada ao rock, mpb e à Jovem Guarda, Erasmo demonstra todo o seu amor pelo samba em um novo projeto autoral. “Quem Foi Que Disse Que Eu Não Faço Samba?” é o nome de um novo EP do cantor com 8 faixas, entre inéditas e regravações de sua própria autoria. No dia 15 de novembro sai a primeira inédita, “A História Da Morena Nua Que Abalou As Estruturas Do Esplendor Do Carnaval” em todas as plataformas de música. A previsão de lançamento do EP completo, também captado em imagens, é para dezembro, pela Som Livre.

 

O novo trabalho do Tremendão surgiu de um sonho antigo do cantor em compartilhar com o público suas composições de samba. Sobre o EP, Erasmo conta como foi difícil escolher apenas 8 faixas e o que o público pode esperar da sua experiência no gênero. “Minhas influências são o rock’n roll e o samba, que vieram mais ou menos na mesma época. Sou músico e compositor, sempre fiz sambas, mas as pessoas nunca prestaram atenção nisso. Fiquei muito feliz com o resultado desse projeto com a Som Livre e espero que o público curta muito”, comemora.

 

Erasmo diz que adora fazer canções bem-humoradas e que gostaria de lançar muitas outras nesse mesmo estilo. Entusiasmado com a regravação de “Moço” para o EP, ele diz: “Foi uma música que tocou bastante e foi sucesso na novela ‘O Bofe’ (1972), cantada na voz do Betinho e eu quis regravar”. Além dessa, compõem o EP as faixas “A História Da Morena Nua Que Abalou As Estruturas Do Esplendor Do Carnaval”, “Sem Anjo na Multidão”, “Samba Rock”, “Maria e o Samba”, “Samba da Preguiça”, “Medley de Samba” e “Mané João”.

 

No dia 16 (sábado), Erasmo abre a turnê de shows do projeto no Teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro, às 20h. O setlist é composto pelas faixas do EP, junto a grandes sucessos do artista, como ‘É Preciso Saber Viver’, ‘Festa de Arromba’ e ‘Mulher’. Depois Erasmo segue para São Paulo com duas sessões no Blue Note, no dia 22 de novembro. Sendo a primeira às 20h com piano e voz, seguida da segunda apresentação às 22h30 com banda.

 

 

 

SERVIÇO

Local: Teatro Riachuelo – Rua do Passeio, 38/40, Centro, Rio de Janeiro/RJ

Data: 16 de novembro de 2019, sábado

Horário: 20h

Classificação etária: 16 anos

 

0

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *