Djangos e Lord Maracanã tocam no Rio

Foto: Bruno Bastos

 

Duas bandas da cena alternativa do Rio de Janeiro do fim dos anos 90 se encontrarão no palco da Audio Rebel no dia 3 de julho: Djangos e Lord Maracanã. A sonoridade que mescla vários ritmos, do rock ao reggae e ska, estarão presentes nas apresentações das bandas.

 

Os Djangos apresentarão o CD Raiva Contra Oba Oba (WEA): a banda comemora 20 anos de um disco gravado ainda à moda antiga, em fita de rolo, produzido por Tom Capone e João Barone (Paralamas), será passado a limpo, na íntegra, pelo trio formado por Lyle Diniz (baixo), Jj Aquino (Bateria) e Marco Homobono (guitarra e voz). A série de shows para esta comemoração tem a mesma premissa da época do início: a diversão de estar no palco.
A banda terá o auxílio do trombone de Flávio Raggaman e do trompete de David Souza. O mix de rock, ska e ragga estarão presentes nas músicas “ O último ônibus da madrugada”, “O futebol”, “Comando Ska”, “Djanga Revolucion”, “Necessidade”, “Raiva contra oba oba”, entre outras.

 

Lord Maracanã volta à ativa com nova formação: aos remanescentes Jairo Cliff (baixo e voz) e Cláudio Menezes (guitarra) se juntaram Raphael Fera (bateria), filho de João Fera (tecladista dos Paralamas do Sucesso), e Hiroshi Mizutani (teclados). Depois de caminharem por outras bandas, Jairo fez parte do grupo Afroreggae e Claudio tocou com na banda Loucomotivos, projeto de Falcão (O Rappa) e Reggae B (projeto de Bi Ribeiro). Retornaram em um show familiar onde o baterista era Raphael Fera, e logo depois Hiroshi foi convidado a entrar para o novo time. Para o show da Audio Rebel farão uma retrospectiva da carreira, apresentando novidades no repertório.

 

 

“Conheci os Djangos dentro de um estúdio, quando meu pai (João Fera) foi convidado por João Barone e Tom Capone a gravar o teclado em algumas faixas do Raiva Contra Oba Oba. De lá para cá, a gente acompanhava os shows um do outro, sempre planejando fazer alguma coisa juntos. Temos gostos parecidos, acompanhamos as mesmas bandas e tivemos uma alegre coincidência, pois, nas nossas últimas gravações as duas bandas gravaram no estúdio do saudoso Marcelo Yuka. Por essas razões, estamos planejando uma Jam Session ao final do show para bandas que apreciamos, em especial, uma homenagem ao nosso amigo Yuka”, diz o baterista do Lord Maracanã Raphael Fera.

 

Serviço:

Djangos e Lord Maracanã

Dia 03 de julho na Audio Rebel

Quarta-feira, às 18h

Ingressos: R$20

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55, Botafogo

Capacidade: 100 pessoas

1+

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *