Onde você estava hoje?

 

Em 11 de setembro de 2001, eu estava numa agência de empregos, tentando uma vaga no setor anti-fraudes da … Telemar. Um dos grandes erros que cometi na vida foi, em meio à faculdade de Jornalismo, ter empregos que me dessem estabilidade relativa – vale refeição, 13º, férias – e acabei deixando de lado as vagas de estágio não-remunerado na minha profissão. Resultado? Pouca experiência comprovada, um caminhão de freelas acumulados e uma existência no underground jornalístico desde sempre, salvo raras exceções. Mas, quer saber? O arrependimento arrefeceu com o tempo. Mesmo assim, lembro exatamente de onde estava.

 

Hoje, 08 de novembro de 2019, é um desses dias. Eu estava assistindo a “Doutor Sono”, um filme bem legal, no Cinemark Plaza Shopping 4. Liguei para minha esposa na saída do filme e ela me deu a notícia:

 

– Lula vai ser solto!

 

Corri pra casa. No trajeto, dentro do ônibus 47 – todo vermelho – vim acompanhando as postagens no Facebook e agora, ao chegar em casa, liguei na globo news – coisa raríssima aqui em casa – e a voz rouca de Lula discursando preencheu o apartamento.

 

Foram 580 dias preso. Se somarmos os numerais, teremos … 13.

 

Célula Pop tem LULA no nome. É uma forma de casar admirações, a de algo pequeno, porém vital, com meu apelido – CEL – na verdade, uma sigla das iniciais do meu nome e … sim, trazer o Lula para a cultura pop. Porque ele é pop, ele, mesmo conciliando demais com quem não devia, promoveu um boom de oportunidades para as pessoas estudarem. E estudo, gente, é o que podemos ter de mais precioso nesta vida. Conhecimento, esclarecimento.

 

Isso é a senha para não sermos enganados.

 

É a senha para que tenhamos chance, porque, caramba, só quem tem conhecimento pode saber o que nos cerca, como nos cerca e, sim, ter as chaves para romper muros, portões, amarras.

Lula fez isso e agora rompeu suas amarras na prisão.

 

É alvo de extrema injustiça e sua soltura é um aceno de que algum traço de normalidade democrática ainda há no Brasil.

 

Pode ser que ainda demore muito, pode ser que sua vida corra risco, porque ele representa, neste momento, todos nós que discordamos da ordem que é vigente no país. Todos nós, que nos sentimos aviltados, perplexos, traídos, ludibriados e sacaneados, estamos um pouco melhores hoje.

 

E hoje, 08 de novembro de 2019 foi o dia em que isso aconteceu.

 

E você? Onde estava hoje?

CEL

Carlos Eduardo Lima (CEL) é doutorando em História Social, jornalista especializado em cultura pop e editor-chefe da Célula Pop. Como crítico musical há mais de 20 anos, já trabalhou para o site Monkeybuzz e as revistas Rolling Stone Brasil e Rock Press. Acha que o mundo acabou no início dos anos 90, mas agora sabe que poucos e bons notaram. Ainda acredita que cacetadas da vida são essenciais para a produção da arte.

2 comentários em “Onde você estava hoje?

  • 8 de novembro de 2019 em 21:21
    Permalink

    Texto simples e magnífico! Vou até copiar um trecho e colocar nas minhas redes sociais, com os devidos créditos.

    0
    Resposta
    • 8 de novembro de 2019 em 21:27
      Permalink

      Obrigado, fique à vontade.

      0
      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *