Alimentação Yin e Yang – do quê você precisa

 

 

É possível a gente comer de forma saudável, sem gastar mais do que normalmente gastamos e sem radicalismos. Dá para fazer tudo com muita simplicidade e pequenas mudanças. Na TV, nós vemos programas de alimentação saudável, mas as receitas sempre tem algum vegetal ou ingrediente que a maioria de nós não conhece, que não é fácil de encontrar no supermercado ou que é muito caro. O que eu faço é adaptar a coisas, substituir por algo que eu já conheço, usando o bom senso para tudo ficar mais acessível. É disso que eu quero falar e um pouco sobre alimentação também.

 

 

Uma coisa é certa: Quando falamos em saúde, a primeira coisa a eliminar são os industrializados. As comidas prontas, os molhos de tomate prontos, sucos prontos, essas coisas com química. Pense que na composição do nosso corpo não tem nada disso. Então, estas substâncias são estranhas a nós, o corpo não processa bem, fica intoxicado.

 

 

O Brasil é hoje o país campeão de agrotóxico no mundo. O ideal seria comprar tudo orgânico, mas fica caro para a maioria. Eu tenho horta e o que me falta eu compro em feira livre de rua. Eu recomendo muito as feiras de rua comuns – são bem mais baratas que o mercado – e as orgânicas para coisas como pimentão, maça, uva, couve e morango têm alto índice de contaminação. Ovos caipira; além de você não colaborar com maus tratos em animais, você comer um ovo de verdade. E só custa uns R$3 mais caro.

 

 

Outra coisa legal é a semente de Chia. Faz um bem enorme para a saúde e não tem gosto de nada. Você pode colocar e quase tudo o que comer; baixa o colesterol e a glicose, e é bom para o sistema nervoso. Eu compro a R$7 e dura umas 2 semanas.

 

Comprar amêndoas, castanha do para e de caju todo mês fica caro. Mas tem o amendoim [cru, e torro em casa] que é uma riqueza de vitaminas e minerais. Eu torro um pouco com açúcar demerara – nunca o branco – e como quando quero algo doce.

 

Condimentos como cominho, nós moscada, açafrão, canela, gengibre, pimentas, por exemplo, têm propriedades anti-inflamatórias e aumentam a imunidade. Além de deixar uma comida simples, muito melhor.

 

Eu trabalho e estudo Medicina Tradicional Chinesa. Como já disse em textos anteriores, a cultura oriental é muito vasta, por isso só é possível dar dicas breves de alimentação aqui.

 

Tudo que existe contém  Yin e Yang. Estas são forças opostas, complementares e que variam. Em alguns exemplos, o Yin relaciona-se com o frio, o silencioso, a introspecção, o interior, a noite. Já o Yang, o dia, o claro, o movimento, o calor, o exterior, entre outros. Todos nós temos Yin e Yang na nossa manifestação, algumas pessoas com uma tendência mais Yin outros mais Yang. O equilibrio, a saúde e a longevidade estão na harmonia das forças.

 

É importante sabermos se somos mais Yin ou mais Yang. Por exemplo: Se você é mais agitado, tem mais ansiedade, tem o corpo mais quente, come muito de uma vez só, estas são caracteristicas Yang. Se você tem o metabolismo mais lento, gosta de ficar mais quieto, fala mais baixo, tem uma tendência maior à melancolia, tem as mãos e pés mais frios, estes são aspectos Yin. Existem alguns websites com bons testes para descobrir a sua tendência.

 

Sabendo as nossas características, temos mais informações para uma alimentação adequada para o momento. Se você se sente mais Yang – lembrando que estamos nos calor matador do Rio – você pode evitar alimentos que elevam a temperatura, como a pimenta, a canela, a páprica, o café, o chocolate, o vinho tinto. Ou pode tonificar o Yin do seu corpo com melancia, melão, maça, água de coco, folhas verdes, cítricos, por exemplo.

 

Se você quer emagrecer, vale a mesma teoria. Sinta o seu corpo, entenda o que ele precisa, aí o seu metabolismo vai funcionar melhor.

 

Nós não estamos imunes às doenças. Elas também surgem em pessoas que cuidam de si. Eu mesma tenho hipertensão – hereditária, começou quando eu era nova, como o meu pai. Mas se nós harmonizarmos a nossa vida – mente e corpo – , as chances de uma patologia surgir diminuem, isso é bem obvio. Longevidade a todos!

1+

Suellen Pareico

Terapeuta Complementar, mestranda em Medicina Tradicional Chinesa e estudante de Filosofia. Conectada com o mundo espiritual, porque mistérios sempre há de pintar por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *